CONMEBOL TV

Libertadores: Ferroviária perde nos pênatis e está fora da final da Libertadores

Com atuação expressiva da goleira Katherine Tapia, Ferroviária perde nos penaltis e está fora da final da Libertadores.

As meninas do Independiente Santa Fé fizeram um histórico 4 a 2, e passaram à grande a final da competição.

No tempo normal, houve empate por 1 a 1.

O jogo foi bastante disputado, e o primeiro gol só saiu no finalzinho do primeiro-tempo.

Mesmo jogando mal, as colombianas abriram o placar com Gisela Robledo fazendo 1 a 0.

O Santa Fé voltou para o segundo-tempo disposto a segurar o resultado.

E foi somente aos 35 minutos, que Mineira conseguiu empatar a partida em cobrança de falta direta.

O empate levou a decisão para os pênaltis.

E mais uma vez, brilhou a estrela da goleira Tapia, que já havia feito boas defesas durante os 90 minutos.

E o Santa Fé, que já havia se classificado nas quartas-de-final, também pelas cobranças de pênalti, garantiu a vitória.

Fany Gauto, Liana Salazar, Robledo e Diana Celis acertaram 100% das cobranças.

Já pelo lado da Ferroviária, Mineira e Daiana também marcaram, mas Tapia parou os chutes de Monalisa e Raquel, e o Santa Fe venceu por 4 a 2.

goleir do santa fé defende penalti da ferroviaria
Goleira Tapia defende cobrança de pênalti e elimina as Guerreiras grenás

Ferroviária perde e deixa Libertadores

Com a vitória, o time comandado por Albeiro Erazo selou sua passagem para Montevidéu.

No próximo domingo(21), fará a final contra o vencedor de Corinthians e Nacional, do Uruguai, que jogam ainda hoje.

O Independiente Santa Fe se tornou a quarta equipe colombiana a disputar uma final da Libertadores Feminina.

Em 2013, o Medellín foi à final, mas caiu diante do São José, o time mais vencedor da história do torneio.

Já no em 2020 o América de Cali perdeu para a Ferroviária, que tentava o bi-campeonato.

Por outro lado, em 2018 o Atlético Huila venceu o Santos e se tornou a primeira equipe colombiana a erguer o troféu.

Confira os melhores momentos: