Libertadores na Globo e Sulamericana no SBT em 2023

Libertadores na Globo e Sul-Americana no SBT a partir de 2023.

Foram essas as empresas vencedoras da concorrência em TV aberta, para a transmissão dos dois principais torneios de futebol da América do Sul.

ESPN e Paramount conquistaram os direitos de transmissão para a TV por assinatura dos dois torneios.

E um terceiro pacote com os melhores momentos, que passou a ser ofertado esse ano, ficou com a plataforma OneFootball.

O resultado da concorrência foi divulgado no início da noite desta quinta-feira, em Assunção, no Paraguai, na sede da Confederação Sul-Americana.

As propostas foram apreciadas pelo Conselho da Conmebol, após processo conduzido pela agência FC Diez, responsável pelas negociações, detectar semelhança entre as propostas.

O Conselho concluiu que a proposta da TV Globo apresentou melhores atributos para a transmissão da Libertadores em território brasileiro.

Volta da Libertadores na Globo impacta torneio

A Globo venceu a concorrência pelos jogos da Libertadores a partir de 2023, após concordar com uma série de exigências da Conmebol.

Durante anos, a entidade abriu mão de exibir as marcas dos patrocinadores oficiais da competição, assim como é feito em torneios da FIFA e da Uefa.

Além da oferta financeira, a Globo tradicionalmente apresenta mais capacidade de entrega e maior capilaridade em sua rede de emissoras.

A geração de imagens e pré-produção para todas as plataformas de transmissão será feita pela própria Conmebol, o que não impedirá que as emissoras possam ter equipes próprias nos estádios.

SBT traz Sul-Americana de volta à TV aberta

O SBT, atual detentor dos direitos da Copa Libertadores, continuará transmitindo futebol, pelo menos nos próximos quatro anos.

A emissora foi a vencedora da licitação envolvendo os direitos de transmissão em TV aberta da Copa Sul-Americana, segundo torneio em importância do continente.

ESPN e Paramount foram os vencedores da concorrência para os pacotes de transmissão em TV por assinatura.

O pacote com os melhores momentos também ficou com a plataforma One Football.

Concorrência foi bastante disputada e chegou a envolver cerca de 15 grupos desde o seu início.

Dois novos players entram no mercado bilionário dos direitos da Conmebol. É a primeira vez que Paramout e Onefootball adquiriram competições da entidade.

O novo contrato é válido para o quadriênio 2023/2026, e representará um incremento de R$ 1,5 bilhão em receitas para os cofres da Conmebol e dos clubes.

Concorrência

O anúncio realizado hoje, marca a volta da TV Globo às transmissões dos torneios de clubes da Confederação Sul-Americana.

Em 2020, a emissora decidiu interromper unilateralmente o contrato que mantinha, depois que a entidade recusou reduzir o valor dos direitos de transmissão.

A Globo alegava dificuldades para manter o compromisso firmado, em virtude da queda bruta nas receitas durante a pandemia.

O SBT assumiu o contrato da Globo numa parceria inédita com a Conmebol e seguiu transmitindo o torneio. Para a TV fechada, foi criada a Conmebol TV.

O caso foi parar na corte arbitral da Suiça, onde a Conmebol pleteou indenização no valor de U$ 40 milhões pela quebra de contrato.

Um ano depois, as duas parte chegaram a um acordo, com a emissora brasileira pagando cerca de U$ 40 milhões de indenização para a entidade.

Após um longo processo de reestruturação, a Globo decidiu retomar os direitos de transmissão da Libertadores e apresentou propostas para a TV aberta e para seu canal de TV fechado, o Sportv.

A ESPN, do Grupo Disney, no entanto, fez uma oferta melhor e manteve os direitos em TV por assinatura.

Um segundo pacote para TV fechada foi adquirido pela Viacom, através da sua subsidiária Paramout, que pretende transmitir os jogos através da sua plataforma de streaming.

Ao todo, ESPN e Paramout vão dividir 155 partidas da Libertadores.

A novidade desta temporada é o pacote de melhores momentos, ofertado para plataformas de redes sociais e sites especializados.

A vitória ficou com a plataforma alemã Onefootball, que transmite partidas e notícias pelo site e aplicativo.

A Onefootball poderá exibir os melhores momentos de cada partida do seu pacote, com atraso de cinco segundo após a transmissão ao vivo.

Com o fim da concorrência, a decisão da Libertadores será exibida ao vivo pela Globo em TV aberta e pela ESPN na TV à cabo, mesmo que não haja clubes brasileiros.

A Paramount só poderá mostrar o VT da final.

Como são os pacotes da Sul-Americana

Na Copa Sul-Americana, todas as emissoras de TV poderão exibir a decisão e o contrato também é válido para o período 2023/2026.

O SBT ficou com o pacote de transmissão em TV aberta e os grupos Disney e Paramount levaram os dois pacotes de TV fechada.

O pacote principal, que tem preferência na escolha dos jogos, ficou com a Disney, que vai mostrar os jogos através da ESPN e da plataforma de streaming Star+.

Já o Grupo Viacom ficou com o segundo pacote e exibirá seus jogos através da plataforma de streaming Paramout+.

A Recopa, que envolve o ganhador da Libertadores enfrentando o vencedor da Sul-Americana, terá transmissão da Globo e da ESPN, ao vivo.

Nesta sexta-feira, a TV Globo divulgou nota comemorando o resultado da licitação que garantiu a ela a volta da Libertadores à sua programação:

“A TV Globo recebeu a confirmação da Conmebol de que foi a emissora escolhida para exibir a Libertadores, em acordo válido por quatro anos, de 2023 a 2026, com exclusividade na TV aberta no Brasil. Para nós, é uma grande satisfação celebrar novamente esta parceria. Construímos uma relação de quase três décadas com a Conmebol, exibindo a Libertadores desde 1993, e acreditamos que ajudamos a consolidar o sucesso da competição no Brasil, através de um alcance único e de uma alta qualidade reconhecida pelo público, não apenas na transmissão mas também na cobertura da competição.”

O Sistema Brasileiro de Televisão – SBT -, também divulgou nota comentando o resultado da licitação que deu à ele, os direitos de transmitir a Copa Sul-Americana nos próximos quatro anos:

“A Copa Sul-Americana foi totalmente reformulada para esse próximo ciclo, se tornando mais atrativa, tanto para os clubes que disputam o torneio, dentre eles várias equipes brasileiras de grande história e torcida, quanto para os patrocinadores e fãs do futebol. Faremos esse campeonato mudar de patamar!

Quanto à Libertadores, aproveitamos para agradecer pela oportunidade de estarmos realizando sua transmissão até o final deste ano, com alta qualidade, tendo assumido esse direito num momento delicado para a Conmebol, na certeza de que trabalhamos incansavelmente para sua valorização, o que certamente permitiu o aprimoramento da concorrência para esse próximo ciclo.”

Autor

  • Camila Maia

    Camila Maia é Jornalista, Redatora e Produtora de Conteúdo com passagens por diversos veículos como Jornal, Revista e TV, nas editorias de Esportes, Cotidiano, Moda e Geral.

Abrir WhatsApp
💬 Posso Ajudar?
Olá!
Posso te ajudar?